quarta-feira, 31 de março de 2021

Ministério da Saúde inclui pessoas com HIV em grupo prioritário de vacinação contra a Covid

É lei: quem furar fila da vacina no ES pode ser multado em até R$ 116 mil |  A Gazeta 

Foto: Tânia Rêgo\ Agência Brasil

O Ministério da Saúde publicou uma nota técnica que passa a incluir, entre os grupos prioritários para vacinação contra a Covid-19, todas as pessoas que vivem com HIV entre 18 e 59 anos. Desde janeiro, parte desse grupo já estava incluído na previsão de vacinação de pessoas com comorbidades, mas havia a exigência de testes de contagem de linfócitos T CD4 menor que 350 –o que era visto como impasse por movimentos da área.

Agora, a nota técnica amplia essa previsão. No documento, o ministério diz que a medida segue “novas evidências científicas publicadas sobre o risco de desfechos negativos da Covid-19 em pessoas vivendo com HIV”. Também visa “reduzir o impacto da pandemia nesse grupo, especialmente em relação ao risco de hospitalização e óbito, e respeitar o conceito de equidade do Sistema Único de Saúde”, aponta.

A decisão por incluir apenas aqueles até 59 anos ocorre devido ao fato de que pessoas com mais de 60 anos já são alvo prioritário da vacinação, independente de comorbidades ou não. Segundo o ministério, a recomendação deve passar a fazer parte de nova versão do plano de vacinação, prevista para ser publicada em abril.

Atualmente, o grupo de pessoas com comorbidades (que inclui também pacientes com diabetes, hipertensão, entre outros, e onde agora também entram aqueles que vivem com HIV), está previsto como o 14º a receber a vacinação contra a Covid, logo após pessoas de 60 a 64 anos. Alguns estados, porém, têm passado outros grupos à frente da campanha de imunização, como policiais.

Geração de empregos no RN é a melhor desde 2012

O Rio Grande do Norte teve o melhor mês de fevereiro dos últimos 10 anos em relação à criação de empregos. Os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados pelo Ministério da Economia, e analisados pelo Sebrae, mostram saldo postivo de 1.899 novos empregos em fevereiro, o maior crescimento registrado desde 2012. Os números seguem a tendência apresentada em janeiro.

Foram registradas 14,495 admissões, contra 12,596 demissões. O estoque de contratos via CLT (Consolidação das Leis de Trabalho) era de 436.334 no mês de fevereiro deste ano. Segundo a análise ‘Mapa do Emprego no Rio Grande do Norte’ feita pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas no Estado (Sebrae/RN), o Estado foi o quinto do Nordeste com melhor saldo líquido positivo. A Bahia (18.993) e o Ceará (12.343) ocuparam as primeiras colocações. Na série registrada desde 2012, apenas em 2014 também foi registrado crescimento no número de vagas (1.292).

Os setores de serviços, comércios e construção civil foram os que mais geraram postos de trabalho, com 2.519, 969 e 566 vagas, respectivamente. Por sua vez, na agropecuária e na indústria houve déficit de 1.925 e 230 vagas, segundo o ‘Mapa do Emprego no Rio Grande do Norte’ feita pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas no Estado. Do total de admissões, a maior parte foi em microempresas, aquelas que possuem até 19 funcionários. Foram 3.879 vagas, seguidas por 525 vagas em empresas de pequeno porte.

Segundo a análise do Sebrae, os cinco municípios com maior geração de vagas foram: Natal (2.212); Parnamirim (709); Macaíba (174) e Caicó (129). O mesmo levantamento aponta os municípios com maior saldo negativo: Apodi (-509); Arês (-487); Baía Formosa (-439); e Baraúna (-267).

A alta no RN seguiu a tendência do mês de janeiro. O Estado iniciou 2021 com saldo positivo recorde de 2.247 carteiras assinadas. Na série de 2012 a 2021, o maior e único saldo líquido positivo tinha sido registrado em 2014, quando 1.224 postos de trabalho foram abertos. No restante do período, houve fechamento de postos de trabalho, com pico em 2013 (-2.428). Em janeiro do ano passado, momento pré-pandemia, 1.090 vagas foram fechadas.

Tribuna do Norte

Vacinas aplicadas no Brasil passam de 22 milhões, sendo 17,1 milhões em primeira dose

 O Brasil superou nesta terça-feira (30) a marca das 22 milhões de doses de vacina contra covid-19 aplicadas em todo o País, de acordo com balanço fechado à noite pela plataforma independente de monitoramento vacinabrasil.org, mantida pela Rice University, de Houston, EUA. Foram aplicadas exatas 22.087.398 doses.

Desse total aplicado até agora, já são 17.111.168 os brasileiros que tomaram ao menos uma dose de imunizante contra a doença, das quais praticamente 5 milhões (exatamente 4.976.230) tomaram também a segunda dose.

O Ministério da Saúde já disponibilizou cerca de 35 milhões de doses (34.988.426) para todos os Estados, de maneira proporcional, das quais foram distribuídas aos municípios 29.175.974 e administradas às pessoas mais de 22 milhões de doses.

O ritmo de vacinação no País, que triplicou em março em relação à média diária do fim de fevereiro, deve crescer no mês de abril, com o aumento das doses da AstraZeneca, produzidas no Brasil pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), e a Coronavac, fabricadas pelo instituto Butantan.

DIÁRIO DO PODER

Deputados do RN definem escolas e igrejas como atividades essenciais

20210331150222c68pkh Deputados do RN definem escolas e igrejas como atividades essenciais

Os deputados da Assembleia Legislativa do RN aprovaram na manhã desta quarta-feira (31) os projetos que definem as atividades educacionais e as igrejas como essenciais em período de calamidade pública. A prioridade para vacinação contra a covid-19 das pessoas com síndrome de down que apresentam o espectro autista também foi aprovada durante a sessão plenária. Depois de aprovados pelos deputados, os projetos aguardam sanção governamental.

“Esse projeto foi feito depois de ouvirmos representantes das escolas privadas do estado, que se reuniram comigo na Assembleia Legislativa, mostrando as dificuldades que o setor vem apresentando, não só na parte econômica. Como pai, sou testemunha das dificuldades que os alunos têm de concentração no aprendizado remoto. Tornar a educação essencial no RN é de fundamental importância para nossos jovens, que estão privados não só da aula presencial, mas também das relações de amizade, do cotidiano dentro da escola e das atividades físicas e culturais”, defendeu Ezequiel Ferreira, presidente da Casa e autor do projeto de lei.

O relator da matéria, deputado Gustavo Carvalho (PSDB), destacou que o risco de contaminação de covid-19 nas escolas é muito baixo. “Um estudo publicado conjuntamente com a ONU e a Unicef, mostram que o fechamento das escolas no mundo pouco contribuiu para diminuir a disseminação do vírus. Por outro lado, está causando danos de longo prazo a toda uma geração”, relatou. 

Durante a leitura do escopo do projeto, Ezequiel Ferreira destacou que a exclusão das escolas públicas da matéria ocorreu em entendimento conjunto com o líder do governo na Casa, deputado Francisco do PT. 

Durante a discussão, o entendimento de permitir a reabertura das escolas privadas que adotaram as medidas de segurança sanitária para oferecerem aulas presenciais e que também investiram em tecnologia que permitem a realização de aulas na modalidade remota, podendo assim facultar aos pais a decisão entre o ensino remoto ou presencial, foi citado pelos deputados como justificativas para aprovação da proposta. 

O contraponto foi feito pelos deputados Eudiane Macedo (Republicanos), Francisco do PT, Cristiane Dantas (Solidariedade) e Isolda Dantas (PT). Mesmo votando a favor, a deputada Eudiane cobrou “atenção do Governo do Estado para que as escolas públicas também voltem a funcionar”, a mesma observação foi feita pela deputada Cristiane Dantas. Francisco do PT destacou os esforços do Governo do Estado para continuar o ensino público.

Ao se abster do voto, a deputada Isolda Dantas (PT) defendeu a escola pública. “Há consenso que a educação é essencial, não há divergência sobre isso. Há diferença entre educação ser essencial e aulas presenciais serem essenciais. Estudei a vida inteira em escola pública e não posso, em um momento desses, separar escola pública de escola privada. Faz parte do meu princípio de cidadã. Isso vai aumentar ainda mais a desigualdade. Vou me abster dessa votação. Precisamos batalhar pela vacina, porque não tem nada mais essencial do que a nossa vida”, disse.

Templos, igrejas e prioridades

A matéria que estabelece as igrejas e os templos de qualquer culto como atividade essencial em períodos de calamidade pública, de autoria do deputado Albert Dickson (PROS), também foi aprovada. “Em meio a tantos problemas, temos que nos preocupar também com a crise existencial, de alma”, destacou o deputado Albert Dickson. De acordo com o parlamentar, o índice de depressão aumentou cerca de 45% nas pessoas que estão dentro de casa. “Claro que o funcionamento é limitado e com restrição para garantir a segurança”, justificou.

Dando continuidade ao trabalho da Casa com foco na pandemia, os deputados também aprovaram projeto de lei, de autoria da deputada Cristiane Dantas, que prioriza pessoas com deficiência na vacinação contra o vírus sars-cov2, causador da Covid-19, com foco prioritário nas pessoas do espectro autistas e pessoas com síndrome de down. “É sabido que são pessoas com maior vulnerabilidade imunológica, tendo 10 vezes mais riscos de contrair a Covid-19 e consequentemente mais risco de morrer, e as pessoas com espectro autista têm dificuldades de usar máscaras”, destacou a autora do projeto.

Também aprovado, o projeto de lei, de autoria do deputado Ubaldo Fernandes (PL) que assegura ao paciente o direito de acompanhar a manipulação da vacina a que está sendo submetido. “Esse projeto foi provocado após uma série de denúncias na imprensa, de profissionais que aplicavam falsamente vacinas, com ampolas sem imunizantes”, disse Ubaldo.

Os deputados ainda referendaram 11 ofícios de decreto de calamidade pública dos municípios de Canguaretama, Cerro Corá, Jaçanã, Lagoa Nova, Monte das Gameleiras, Nova Cruz, Passa e Fica, Patu, Riacho da Cruz, São José de Campestre e Serra de São Bento.

Grande Ponto

Decreto vai considerar diálogo com prefeitos, empresários e sindicatos, diz Fátima

com eles Decreto vai considerar diálogo com prefeitos, empresários e sindicatos, diz Fátima

O novo decreto estadual com medidas de enfrentamento à pandemia da covid-19 será resultado de um amplo diálogo do Governo do Estado com prefeitos, setor produtivo, Poderes e centrais sindicais, anunciou a governadora Fátima Bezerra.

Em reunião na manhã desta quarta-feira (31) com empresários do setor produtivo capitaneados pelo presidente da Federação das Indústrias do RN (FIERN), Amaro Sales, Fátima Bezerra disse que enquanto chefe do Executivo estadual não abre mão de sua responsabilidade em garantir a saúde e a vida da população potiguar.

Os empresários da indústria, do comércio e de serviços no RN, na reunião remota, fizeram um apelo pela flexibilização da economia e propuseram que seja feito um escalonamento nos horários de funcionamento do comércio e de circulação dos ônibus. A sugestão contribuiria para garantir os protocolos sanitários com mais rigor na fiscalização do distanciamento social, do uso de máscaras e álcool em gel em lojas e restaurantes.

Fátima Bezerra disse que até o final da reunião, por volta das 12h50, ainda não havia recebido os resultados oficiais das recomendações do Comitê Científico Estadual que se reuniu na noite desta quarta-feira (30). Ela ponderou que o novo decreto será uma conciliação entre o cenário epidemiológico e o que orienta o Comitê.

Aos empresários, a governadora disse que não faz distinção entre saúde, vida e economia e que todas as medidas adotadas por seu Governo são resultado do recrudescimento do contágio pelo novo coronavírus que nesta segunda onda se apresenta de forma mais virulenta desde o início de março. Por isso, disse, não havia outra medida a não ser seguir as orientações apontadas pelo Comitê Científico.

“O que nos une aqui é que todos nós temos a concepção de ser a favor da saúde, da vida, da ciência, do emprego e da economia. Falo aos senhores que ninguém gosta de tomar medidas restritivas”, afirmou a chefe do Executivo aos representantes do setor produtivo.

O coordenador do LAIS/UFRN, Ricardo Valentim, do Comitê Científico, disse que o decreto do Governo e prefeitura de Natal, pelo fator de rigidez e medidas mais rígidas surtiram efeitos, mas é preciso continuar com o isolamento social.

Empresários

O presidente da FIERN, Amaro Sales, como os demais empresários que estavam na sala virtual disse que o setor produtivo sempre teve um bom diálogo com a governadora e sua equipe e que, neste momento, o importante é a busca por uma solução que garanta a flexibilização e citou que o plano de reabertura, apresentado com o escalonamento de horários, é uma medida viável diante do grave quadro de desemprego no estado. “A solução (para a pandemia) é a vacina, o distanciamento social, máscaras e álcool em gel, mas temos que achar uma solução para quem está em casa (sem emprego).”

Consultor da FIERN, José Bezerra Marinho, a agudização da crise tem as faces sanitária e econômica e o setor produtivo está recebendo pressões para o retorno das atividades. Marinho friou que a proposta de escalonamento nos horários é baseada em levantamentos feitos por federações e associações.

Acompanharam a governadora os secretários estaduais:  Fernando Mineiro (Segri); Carlos Eduardo Xavier (SET); Cipriano Maia (Sesap); Aldemir Freire (Seplan); Jaime Calado (Sedec).

Participaram ainda o superintendente do Sebrae RN, Zeca Melo;  o presidente da Federação das Associações Comerciais, Itamar Manso; o diretor de relações institucionais da CDL Natal, Afrânio Miranda; o presidente da Associação Comercial,  Luiz Eduardo Schiavo Melo Álvares; o presidente da Abrasel, Paolo Passariello; o presidente da Fecomércio, Marcelo Queiroz, e o presidente da Federação da Agricultura, José Vieira.

Bolsonaro define novos comandantes de Exército, Marinha e Aeronáutica

os novos ministros Bolsonaro define novos comandantes de Exército, Marinha e Aeronáutica

Da esquerda para a direita: o general Paulo Nogueira, do Exército; o ministro da Defesa, Braga Netto; o presidente Jair Bolsonaro; o tenente-brigadeiro Baptista Júnior, da Aeronáutica; e o almirante Almir Garnier Santos, comandante da Marinha – Foto: Divulgação

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) definiu os nomes dos novos comandantes do Exército, da Marinha e da Aeronáutica.

O novo comandante do Exército é o general Paulo Sergio Nogueira. Anteriormente, ele era o quarto na lista de antiguidade, ou seja, na relação de oficiais com mais experiência no Exército. Com a aposentadoria de alguns oficiais hoje, Nogueira passou a ser terceiro mais antigo. A tradição do Exército é a escolha de um oficial entre os três que estejam a mais tempo no cargo de general.

Atualmente, Nogueira é chefe do Departamento-Geral de Pessoal do Exército. Ele vai substituir Edson Pujol, que deixou o cargo ao lado dos outros comandantes das Forças nesta semana. O nome do novo comandante já foi informado internamente ao Alto Comando do Exército.

Para Marinha, o escolhido foi o almirante de Esquadra Almir Garnier Santos, segundo mais antigo da Marinha. Ele vai substituir Ilques Barbosa, que também deixou o cargo.

O tenente-brigadeiro Baptista Júnior é o novo comandante da Aeronautica, no lugar de Antônio Carlos Moretti Bermudez.

Mais cedo, o novo ministro da Defesa, o general Walter Braga Netto, se reuniu com os oficiais mais antigos das três forças. De acordo com auxiliares, o objetivo foi conhecer os perfis e saber qual assessoramento poderiam dar ao presidente.

Durante a cerimônia de apresentação realizada nesta quarta-feira (31), Braga Netto ressaltou que o principal desafio do páis no momento é o combate à pandemia de Covid-19 e afirmou que o maior patrimônio de uma nação é a “garantia da democracia” e a “liberdade do seu povo”.

“Os militares não faltaram no passado e não faltarão sempre que o país precisar. A Marinha do Brasil, o Exército Brasileiro e a Força Aérea Brasileira se mantém fiéis às suas missões constitucionais de defender a Pátria, garantir os Poderes constitucionais e as liberdades democráticas”, afirmou o ministro.

CNN Brasil

Tenente Laurentino Cruz: Quinta-feira Santa é decretado ponto facultativo no município

 A Prefeitura municipal de Tenente Laurentino Cruz-RN decreta Ponto Facultativo nos Órgãos e Entidades da Administração Direta, Indireta e Autárquica, no âmbito do Município, no dia 01 de abril de 2021 (quinta-feira santa) que antecede à Sexta-Feira da Paixão, em virtude das tradicionais manifestações religiosas alusivas à Semana Santa, COM EXCEÇÃO as atividades e/ou serviços considerados de natureza essenciais;



RN receberá mais 149 mil doses de vacinas contra a Covid-19 na quinta (1)

vacina aplicada 7 RN receberá mais 149 mil doses de vacinas contra a Covid-19 na quinta (1)

O Rio Grande do Norte receberá nesta quinta-feira (1) mais 149.050 doses de vacinas contra a Covid-19. É a 11ª remessa de vacinas que chegará ao RN, a maior até agora.

Serão 136.800 doses da Coronavac e 12.250 doses do imunizante da AtraZeneca.

Segundo informou a governadora Fátima Bezerra, estas vacinas serão para aplicação da segunda dose das pessoas de 74 a 70 anos, para a primeira dose de pessoas na faixa dos 69 aos 65 anos, além das forças de segurança, salvamento e forças armadas.

Boletim Epidemiológico de COVID-19 atualizado em Florânia-RN


 

São José do Seridó (RN( zera casos de Covid-19 no município

A Prefeitura de São José do Seridó (RN), através da Secretaria de Saúde (SESAD), divulgou nesta terça-feira (30) mais um boletim epidemiológico de COVID-19 no município. Este é o trigésimo nono divulgado pela atual gestão.

Os casos notificados de COVID-19 chegaram ao patamar de 990. Existem 10 casos suspeitos e os confirmados somam 376. Ao todo são 604 casos descartados. Não há pacientes em tratamento domiciliar, nem em situação de internação e até agora o município não contabilizou nenhum óbito.

O número de são-josé-seridoenses recuperados soma 376. Existem 27 pessoas sendo monitoradas no momento. Casos monitorados são de pessoas que tiveram algum tipo de contato com terceiros que testaram positivo para a COVID-19.

“Estes números nos alegram, pois mostram o resultado de nosso trabalho e de toda nossa equipe da SESAD no combate a pandemia. Quando iniciamos nossa gestão o município chegou a ter 40 casos da doença, porém com o trabalho de conscientização feito por nossas equipes da vigilância sanitária, com a edição de quatro decretos por parte de nossa gestão, com a chegada das vacinas e com o reforço dado pela publicação do Decreto Estadual nº 30.419/2021, estamos conseguindo superar a COVID-19”, destacou o prefeito de São José do Seridó, Jackson Dantas.

Auxílio emergencial em 4 parcelas começa a ser pago na terça (06)

 Auxílio emergencial em 4 parcelas começa a ser pago na terça (06)

O Ministro da Cidadania, João Roma, anunciou nesta quarta-feira (31) que o pagamento do auxílio emergencial começará no dia 6 de abril.

Os trabalhadores poderão consultar, a partir de 1º de abril, se receberão a nova rodada do Auxílio Emergencial por meio do site da Dataprev, empresa estatal responsável por processar os pedidos.

“Iniciaremos na próxima semana, no dia 6 de abril, o pagamento do auxílio emergencial 2021. Como o presidente Bolsonaro falou, esse é um alento para o povo brasileiro. Esse auxílio emergencial viabilizado através da PEC emergencial com um valor de R$ 44 bilhões servirá para quatro parcelas no ano de 2021, que será direcionado diretamente para esse brasileiro vulnerável”, disse o ministro da Cidadania durante uma coletiva de imprensa no Palácio do Planalto nesta quarta-feira (31).

Ainda, segundo Roma, pagamento será destinado a “brasileiro mais vulnerável” e terá o valor médio de R$ 250, mas pode variar de R$ 150 a R$ 375 a depender da composição de cada família.

O presidente da República Jair Bolsonaro, o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, e o presidente da Dataprev, Gustavo Canuto, também participaram do evento.

De acordo com o presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, para evitar aglomeração, o primeiro pagamento será feito por contas digitais. Saques serão liberados posteriormente.

Tenente Laurentino Cruz: Vacinação continua em idosos de 70 anos ou mais

A vacinação continua no Centro de Saúde Padre José Dantas Cortez, à imunização dos idosos de 70 anos ou mais, a Prefeitura está vacinando!

Procure seu Agente de Saúde, para mais informações.
Não deixe de tomar a vacina, vamos juntos vencer o CORONAVÍRUS!

Forças de segurança pública do RN recebem novos equipamentos de comunicação

caixa com Forças de segurança pública do RN recebem novos equipamentos de comunicação

Polícia Militar do Rio Grande do Norte está recebendo novos equipamentos de comunicação. Já nos próximos dias, serão entregues 160 rádios HT (Hand-Talk) – intercomunicadores portáteis que realizam comunicação de maneira rápida e segura – além de 1.680 baterias.

Segundo o titular da Secretaria de Segurança Pública e da Defesa Social, Coronel Francisco Araújo Silva, além de equipar os rádios que chegarão em duas semanas, as novas baterias também serão utilizadas para melhorar a eficiência dos radiocomunicadores que já estão em uso e que fazem parte dos equipamentos do dia a dia das equipes operacionais.

“Na terça-feira (30), recebemos uma carga com 1.680 baterias. Daqui a duas semanas, esta é a previsão, deverão chegar 160 radiocomunicadores, que certamente irão melhorar ainda mais a comunicação das nossas forças de segurança. São equipamentos modernos e seguros, ou seja, que possuem uma tecnologia digital e criptografada”, enfatizou o coronel Araújo.

Ainda de acordo com o secretário, os equipamentos que estão sendo entregues às forças de segurança do RN foram adquiridos por meio de parte dos recursos das emendas parlamentares coletivas dos deputados federais e senadores do RN, que destinaram cerca de R$ 40 milhões para a segurança pública potiguar.

O convênio foi pactuado em 2019, entre o governo estadual e federal através da Secretaria Nacional de Segurança Pública e a SESED/RN.

Corpo de Bombeiros Militar do RN lança campanha para incentivar doação de sangue

TRHJ Corpo de Bombeiros Militar do RN lança campanha para incentivar doação de sangue

O Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio Grande do Norte (CBMRN) lançou na tarde dessa terça-feira (30) uma campanha para incentivar a solidariedade e ajudar a recuperar os estoques de sangue dos hemocentros do estado, que estão abaixo do ideal por causa da pandemia do novo coronavírus (COVID-19).

Com a intenção de mobilizar a população potiguar e todos os quartéis do CBMRN, o Comando Geral pretende estimular e realizar a maior ação de doação de sangue. “É importante que as pessoas saibam a importância da doação de sangue. Por isso estamos fazendo essa campanha que é um ato voluntário e humano. Já salvamos vidas no dia a dia, temos a oportunidade de ajudar ainda mais. A tropa está convocada e contamos com a contribuição da nossa população”, disse o comandante-geral do Corpo de Bombeiros do RN, Cel. Monteiro Júnior.

Para doar

O Hemonorte continua recebendo voluntários, mas a orientação é para que procure fazer o agendamento que pode ser feito através do telefone 3232-6733 ou pelo site www.hemonorte.rn.gov.br.

Para ser um doador, a pessoa precisa estar saudável, ter entre 16 e 69 anos de idade (quem for menor de 18 anos precisa estar acompanhado do responsável legal), pesar acima de 50kg, ter dormido bem na noite anterior, evitar alimentos gordurosos quatro horas antes da doação, não ingerir bebidas alcoólicas nas 12 horas anteriores, ir alimentado e portar documento oficial com foto.

Os interessados em doar sangue em Natal podem se dirigir à sede do Hemonorte, localizado na Av. Alexandrino de Alencar, 1800, Tirol. Em tempos de pandemia, todo o processo de doação é feito em segurança e cumprindo todos os protocolos de higienização contra à Covid-19.

MP defende retorno de aulas presenciais nas escolas públicas e privadas no RN

educacao1 MP defende retorno de aulas presenciais nas escolas públicas e privadas no RN

O Ministério Público do RN encaminhou ofício ao Comitê Científico do Estado defendendo o retorno das atividades escolares nas escolas públicas e privadas observando os critérios sanitários.

Segundo o documento, “SOLICITAMOS que esse insigne Comitê emita parecer quanto à possibilidade da retomada das atividades escolares presenciais, levando em consideração a atual situação epidemiológica da pandemia da COVID-19 no Estado do Rio Grande do Norte, como também a importância indiscutível dessas atividades para o desenvolvimento físico, emocional, educacional, afetivo e social das milhares de crianças e adolescentes do Estado do Rio Grande do Norte”.

Ainda segundo o MP, cumpre ressaltar que o respeitável Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde – LAIS da UFRN, na data de ontem, publicou Relatório “A Evolução da Epidemia da COVID-19 no RN: Os primeiros impactos das medidas mais restritivas de 2021”, recomendando no item 03 que “Após a Páscoa, deve ser iniciado o retorno às aulas em formato híbrido com 50% da capacidade para as atividades presenciais”.

Confira documento na íntegra AQUI.

Governo do Estado decreta ponto facultativo nesta quinta-feira 1º

Governadoria 2 750x489 1 e1612110627426 Governo do Estado decreta ponto facultativo nesta quinta-feira 1º

Após a Prefeitura do Natal, o Governo do Estado decretou ponto facultativo nos Órgãos e Entidades da Administração Pública Direta, Indireta, Autárquica e Fundacional do Poder Executivo Estadual, nesta quinta-feira 1º. véspera do feriado religioso da Semana Santa, cujo celebração começa na sexta-feira 2 de abril.

Nesta terça 30, a Prefeitura do Natal anunciou o decreto de ponto facultativo para os funcionários do município para esta quinta.

Desemprego no Brasil fica em 14,2% e atinge 14,3 milhões de pessoas, diz IBGE

carteira de trabalho Desemprego no Brasil fica em 14,2% e atinge 14,3 milhões de pessoas, diz IBGE

A taxa de desemprego no Brasil ficou em 14,2% de novembro de 2020 a janeiro deste ano e atingiu 14,3 milhões de pessoas, informou o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) nesta quarta-feira 31. Os dados são da Pnad Contínua (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua).

Segundo o instituto, embora a taxa de desocupação tenha ficado estável frente ao trimestre de agosto a outubro de 2020 (14,3%), é a mais alta para um trimestre até janeiro.

Já o número de pessoas ocupadas aumentou 2% e chegou a 86 milhões. Isso representa 1,7 milhão de pessoas a mais no mercado de trabalho em relação ao trimestre encerrado em outubro.

“Apesar de perder força em relação ao crescimento observado no trimestre encerrado em outubro, a expansão de 2% na população ocupada é a maior para um trimestre encerrado em janeiro. Esse crescimento ainda tem influência do fim de ano, já que novembro e dezembro foram meses de crescimentos importantes”, explica a analista da pesquisa, Adriana Beringuy.

Boletim Epidemiológico de COVID-19 atualizado em São Vicente-RN


 

Ritmo de vacinação contra Covid-19 no Brasil mais que triplica em um mês

vacina azul linda 16 Ritmo de vacinação contra Covid-19 no Brasil mais que triplica em um mês

Março termina, mas, mesmo sem os dados da vacinação de hoje, é possível afirmar que o mês mais mortal da Pandemia também comprovou a capacidade de estrutura e logística brasileira para grandes campanhas de imunização. A chegada de insumos para as vacinas levou o Brasil a mais que triplicar o ritmo da vacinação, passando de uma média de 205 mil doses diárias para 694 mil, alta de 238% segundo o vacinabrasil.org. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

O ritmo atual de vacinação já é melhor que o do elogiado Reino Unido. Só ficamos atrás de EUA, Índia e China no número de aplicações diárias. Em números totais, o Brasil havia aplicado exatas 8.465.403 doses até o dia 28 de fevereiro e fechou o dia de ontem com mais de 22 milhões.

A meta de um milhão de doses, criada pelo ministro Marcelo Queiroga (Saúde), quase foi batida. O recorde foi na segunda (29), com 937.150.

O número de doses disponibilizadas aos estados chegou a 35 milhões, das quais 29 milhões já foram distribuídas para aplicação na população.


Com a contratação de usina, UTI do Hospital de Guamaré (RN) será autossuficiente em oxigênio e ar comprimido

autosu Com a contratação de usina, UTI do Hospital de Guamaré (RN) será autossuficiente em oxigênio e ar comprimido

Em mais alguns dias, a instalação de uma Usina de Oxigênio fará a UTI do Hospital Manoel Lucas de Miranda de Guamaré (RN) ser mais eficaz no tratamento aos pacientes de Covid-19. A unidade conta com leito de UTI regulados pelo estado para atender a 3ª Região de Saúde.

Para o prefeito Eudes Miranda, a sua gestão tem foco na saúde do cidadão de Guamaré. “Para salvar vidas, não tem obstáculo que nos afaste desse propósito”, disse o prefeito.

A contratação foi emergencial por 180 dias e visa atender a necessidade de oxigênio e ar comprimido da UTI da unidade médica hospitalar. “Em mais quinze dias, a usina deve está instalada e funcionando na sua plenitude”, concluiu o Secretário de Saúde Fabrício Morais.

Quadrilha explode agência bancária e lotérica em São Tomé (RN)

sao tome Quadrilha explode agência bancária e lotérica em São Tomé (RN)

Cerca de 12 homens armados explodiram uma agência bancária e uma lotérica no centro da cidade de São Tomé (RN), distante 118 quilômetros de Natal (RN). O fato ocorreu na madrugada desta terça-feira (30), os criminosos chegaram a incendiar um veículo em um dos acessos a cidade para impedir a intervenção da polícia.

De acordo com testemunhas os indivíduos chegaram em três veículos, sendo dois carros de passeio e uma caminhonete, todos eles portavam armas de grosso calibre, como fuzis e escopetas. Depois de efetuar vários disparos o grupo explodiu uma agência do Bradesco e uma lotérica, violando o cofre do local.

A Polícia Militar ainda não sabe o valor levado pelos criminosos que conseguiram fugir nos mesmos veículos que chegaram.

Portal B.O.

terça-feira, 30 de março de 2021

Cerca de 1.899 postos de trabalho são abertos no RN em fevereiro, diz Caged

carteiradetrabalho 4EtRoHO Cerca de 1.899 postos de trabalho são abertos no RN em fevereiro, diz Caged

O Rio Grande do Norte gerou 1.899 novos postos de trabalho com carteira assinada no último mês de fevereiro. Os dados estão no relatório mensal do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), que foi divulgado nesta terça-feira (30) pelo Ministério da Economia.

O saldo é o resultado da diferença de contratações e demissões em trabalhos formais neste período.

O Caged aponta que o RN teve no segundo mês deste ano 14.495 admissões e 12.596 desligamentos, gerando o saldo positivo.

No acumulado do ano, considerando os dois primeiros meses, o saldo também é positivo. Foram 29.244 contratações e 25.151 demissões – saldo de 4.093.

O crescimento em fevereiro foi puxado sobretudo por Natal, que gerou 2.212 novos postos de trabalho, tendo 6.624 admissões contra 4.412 desligamentos.

Parnamirim foi o segundo município com maior saldo: 709 – sendo 1.599 contratações e 890 demissões.

Assim como em janeiro, quando fechou 141 vagas de emprego, Mossoró teve novamente saldo negativo em fevereiro: – 265.

A cidade que mais fechou postos de trabalho em fevereiro, no entanto, foi Apodi, também na Região Oeste: -509. O município registrou 44 contratações com carteira assinada e demissão de 553 trabalhadores formais.

Outros dois municípios que mais fecharam vagas de trabalho foram Arez, com apenas 5 contratações e 492 demissões, gerando um saldo negativo de -487, e Baía Formosa, que teve 19 admissões e 458 demissões, com saldo de -439. Em janeiro, o saldo negativo em Baía Formosa havia sido de – 616, o maior naquele mês.

G1RN

Fiocruz: Foco é vacinar ao menos 70% para controlar pandemia

vacina azul linda 15 Fiocruz: Foco é vacinar ao menos 70% para controlar pandemia

A presidente da Fiocruz, Nísia Trindade Lima, afirmou durante um evento promovido pela Organização Mundial de Saúde (OMS), nesta terça-feira (30), que o foco do Brasil para controlar a pandemia de Covid-19 “é vacinar ao menos 70% da população que pode ter acesso a ela [vacina]”.

Durante o evento, outro brasileiro a falar foi o diretor-assistente da Organização Pan-Americana de Saúde (Opas), Jarbas Barbosa da Silva Junior, que destacou que a melhor forma de combater as variantes e o vírus original é coibir a transmissão.

“Sem medidas de prevenção, vão crescer as chances de surgir novas variantes de Covid”, destacou.

O número de pessoas vacinadas com ao menos uma dose contra a Covid-19 no Brasil chegou, na segunda-feira (29), a 16.258.743, o equivalente a 7,68% da população total. Entre o domingo (28) e a segunda, 782.738 pessoas receberam a vacina, de acordo com dados reunidos pelo consórcio de veículos de imprensa junto às secretarias de 26 Estados e Distrito Federal.

Deslocados pela crise climática. Papa: “Ver ou não ver, eis a questão!"

 Prefácio do Papa Francisco ao livro “Orientações Pastorais sobre as Pessoas Deslocadas pela Crise Climática" organizado pela Seção Migrantes e Refugiados do Dicastério para o Serviço do Desenvolvimento Humano Integral. A coletiva de apresentação foi realizada na Sala de Imprensa da Santa Sé com a presença do cardeal Czerny Subsecretário da Seção Migrantes e Refugiados do Dicastério


Jane Nogara - Vatican News

Na manhã desta terça-feira (30) foi realizada uma coletiva de imprensa para a apresentação do livro “Orientações Pastorais sobre as Pessoas Deslocadas pela Crise Climática” organizada pela Seção Migrantes e Refugiados do Dicastério para o Serviço do Desenvolvimento Humano Integral. A obra tem o prefácio do Papa Francisco. A coletiva contou com a presença do cardeal Michael Czerny S.I, Subsecretário da Seção Migrantes e Refugiados, e do padre Fabio Baggio, C.S. também Subsecretário da mesma seção.

Ver ou não ver, eis a questão!

O prefácio do livro escrito pelo Papa Francisco, apresenta a obra como “um guia repleto de fatos, interpretações políticas e propostas relevantes …mas, - continua o Papa - desde logo, sugiro que adaptemos o famoso “ser ou não ser” de Hamlet e afirmemos: ‘Ver ou não ver, eis a questão!’ Tudo começa com a capacidade de ver de cada um, sim, a minha e a vossa”. Francisco destaca a nossa indiferença: “Somos submersos por notícias e imagens de povos inteiros desenraizados devido a cataclismos climáticos e forçados a migrar. Mas o efeito que estas histórias produzem em nós e a nossa resposta (...) dependem da nossa capacidade de ver o sofrimento contido em cada história.

Não é algo inevitável

“O fato de as pessoas se deslocarem porque o seu habitat local se tornou inabitável, pode parecer um processo natural, algo inevitável. No entanto, a deterioração climática resulta muito frequentemente de escolhas erradas e atividade destrutiva, egoísmo e negligência que colocam a humanidade em conflito com a criação, a nossa casa comum”. O Pontífice pondera que a pandemia, “nos atingiu sem aviso” enquanto que a crise climática “manifesta-se desde a Revolução Industrial” e não atinge de modo uniforme mas o maior efeito é sentido pelos que menos contribuíram para elas”.

Números crescentes de deslocados

O Papa alerta ainda que “números impressionantes e crescentes de deslocados pela crise climática estão rapidamente a tornar-se uma emergência grave do nosso tempo”. “Forçadas a abandonar campos e zonas costeiras, casas e aldeias, as pessoas fogem às pressas, levando consigo apenas algumas lembranças e tesouros, fragmentos da sua cultura e patrimônio. Partem com a esperança de recomeçar as suas vidas num local seguro. Mas na maioria dos casos acabam em favelas perigosamente sobrepovoadas ou em alojamentos precários, à mercê do destino”.

Apelo do Papa

“As pessoas expulsas dos seus lares pela crise climática necessitam ser acolhidas, protegidas, promovidas e integradas. Elas querem recomeçar. Para criar um novo futuro para os seus filhos, precisam ter condições e ser ajudadas. Acolher, proteger, promover e integrar são verbos que implicam uma ação útil. Retiremos, uma a uma, as barreiras que bloqueiam o caminho dos deslocados, o que os reprime e marginaliza, os impede de trabalhar e ir à escola, tudo o que os torna invisíveis e nega a sua dignidade”.

Não podemos regressar e não podemos começar de novo

Francisco recorda que as “Orientações Pastorais sobre as Pessoas Deslocadas pela Crise Climática exigem um novo olhar sobre este drama do nosso tempo”. ‘Não podemos regressar e não podemos começar de novo’. Convidam-nos a tomar consciência da indiferença das sociedades e governos para com esta tragédia. Pedem-nos para ver e cuidar. Convidam a Igreja e outros participantes a agir em conjunto e especificam o modo de o fazer”.

Por fim o Pontífice afirma que “Não vamos superar crises como as alterações climáticas ou a COVID-19 refugiando-nos no individualismo, mas apenas com o esforço de “muitos em conjunto”, através do encontro, do diálogo e da cooperação”. Enche-me assim de grande alegria o fato de estas Orientações Pastorais sobre as Pessoas Deslocadas pela Crise Climática terem sido elaboradas sob a égide do Dicastério para o Serviço do Desenvolvimento Humano Integral, juntamente pela Seção Migrantes e Refugiados e pelo Setor de Ecologia Integral. Esta colaboração é, em si mesma, um sinal do caminho a seguir. Ver ou não ver é a questão que nos conduz à resposta numa ação conjunta. Estas páginas mostram-nos o que é preciso e, com a ajuda de Deus, o que fazer”.     

Boletim Epidemiológico de COVID-19 atualizado em Tenente Laurentino Cruz-RN


 

Inmet alerta para chuvas intensas em todos os municípios do RN

inmet Inmet alerta para chuvas intensas em todos os municípios do RN

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu um alerta de chuvas intensas em todos os 167 municípios do Rio Grande do Norte. O aviso vale até 10h desta quarta-feira (31).

Segundo o Inmet, as chuvas devem ser de até 30 milímetros por hora ou de 50 milímetros por dia, com ventos intensos que podem variar entre 40 e 60 km/h. O órgão alerta que há baixo risco de corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores, alagamentos e de descargas elétricas.

O instituto também dá algumas recomendações. Em caso de rajadas de vento, a recomendação é não se abrigar debaixo de árvores, pois há leve risco de queda e descargas elétricas. Também não se deve estacionar os veículos próximos a torres de transmissão e placas de propaganda. Outro conselho é evitar usar aparelhos eletrônicos ligados à tomada.

Além de todo o Rio Grande do Norte, essa chuva também vai atingir todo o Ceará, Alagoas e Sergipe, além de boa parte da Paraíba, Pernambuco e Piauí e um pedaço da Bahia.

Boletim Epidemiológico de COVID-19 atualizado em Florânia-RN


 

Operação Semana Santa: PRF fiscaliza estradas e cumprimento de restrição de tráfego

PRF 8 600x400 1 Operação Semana Santa: PRF fiscaliza estradas e cumprimento de restrição de tráfego

A Polícia Rodoviária Federal dará início na quinta-feira (1º) a Operação Semana Santa 2021. As fiscalizações seguem até às 23h59 de domingo (4). Nos quatro dias de operação, policiais rodoviários federais reforçarão trechos estratégicos nos mais de 10 mil quilômetros de malha viária que cortam o estado. Serão priorizadas ações voltadas à segurança viária, prevenção e redução da gravidade dos acidentes de trânsito e à garantia da mobilidade nas rodovias do país.

A PRF lembra que historicamente o período do feriado prolongado da Semana Santa é marcado pelo aumento do fluxo de veículos e usuários circulando pelas rodovias federais para os mais diversos destinos e o uso abusivo de álcool é uma das principais preocupações do órgão. A preocupação se mantém, mesmo neste momento de pandemia e em meio às recomendações para isolamento social.

A expectativa da PRF é de aumento na quantidade de veículos se deslocando de forma uniforme em todo o estado. O pico de movimento na saída para o feriado prolongado deve se concentrar entre o fim da tarde e início da noite de quarta-feira (31) e durante todo o dia de quinta-feira (1º). O retorno deve ter um fluxo maior de veículos durante a tarde e a noite de domingo (4).

Pedidos de internações hospitalares no RN caem 8% nos últimos 12 dias

 img x x Pedidos de internações hospitalares no RN caem 8% nos últimos 12 dias

As medidas mais restritivas de isolamento social anunciadas em 17 março, com o fechamento das atividades consideradas não essenciais até o dia 2 de abril, já começam a surtir os primeiros efeitos positivos no Rio Grande do Norte. A média móvel da solicitação de vagas para leitos para tratamento da Covid-19 caiu 8% nos últimos 12 dias. Apesar da redução, a rede hospitalar ainda segue estrangulada, com um total de 97,2% dos leitos de UTI ocupados.

Segundo dados da plataforma Regularn, que monitora em tempo real a oferta de leitos de internação para casos de Covid-19 no Rio Grande do Norte, o domingo 28 registrou 92 pedidos de internação — leitos clínicos e de terapia intensiva. O número de pedido foi o menor desde 8 de março, quando foram feitas 88 solicitações.

Analisando a média móvel, a partir da análise dos últimos sete dias, o estado fechou o domingo 28 com um registro de 117,8 solicitações. O registro é o menor desde 12 de março, com 117,7 pedidos. O perído entre 12 e 24 de março, por sinal, foi o mais crítico de toda a pandemia no território potiguar. A média móvel alcançou 132 pedidos no dia 18. Já o recorde absoluto de pedidos foi em 15 de março. Foram feitas 152 solicitações de internação em 24 horas.

Apesar da queda, ainda há 92 potiguares aguardando para conseguir um leito crítico para internação. O número de pessoas aguardando leitos de UTI também apresenta redução. Em 17 de março, no auge da crise sanitária, o Rio Grande do Norte contava com 131 pacientes à espera de leitos críticos. Ou seja, a fila de espera foi reduzida de 25%.

Dos 25 hospitais com leitos disponíveis para pacientes Covid-19, 21 deles estão com 100% de ocupação. Apenas o Hospital Colônia Dr João Machado (97,14%), o Hospital Giselda Trigueiro (97,14%), o Hospital Regional Alfredo Mesquita (90%), em Macaíba e o Hospital Infantil Maria Alice Fernandes (30%), ainda apresentam vagas disponíveis para internação.

Agora RN

Pfizer deve entregar 13,5 milhões de vacinas contra COVID-19 até junho

vacina10 1 Pfizer deve entregar 13,5 milhões de vacinas contra COVID-19 até junho

A farmacêutica Pfizer deve entregar até 13,5 milhões de doses da vacina contra o novo coronavírus até junho. A expectativa é que os primeiros lotes cheguem entre abril e maio. A previsão foi apresentada em reunião nesta segunda-feira (29) entre o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, e a presidente da empresa no Brasil, Marta Díez.

No total, o governo comprou 100 milhões de doses, com promessa de entrega por parte da farmacêutica em 2021. No terceiro trimestre, entre julho e setembro, a previsão é que sejam disponibilizadas mais 86,5 milhões de doses.

No encontro, o ministro da Saúde e a presidente da Pfizer no Brasil discutiram o cronograma de entregas e as demandas de infraestrutura e de logística de distribuição das vacinas pelo Plano Nacional de Imunização.

Ministério da Saúde autoriza 62 leitos de UTI Covid-19 para 7 cidades do RN; Caicó (RN) fica de fora com 100% de ocupação; confira

 Ministério da Saúde autorizou, nesta segunda-feira (29), mais 62 leitos de UTI adulto ao Estado do Rio Grande do Norte para atendimento exclusivo aos pacientes graves com Covid-19, em caráter excepcional e temporário. A medida reforça a estrutura hospitalar e dá continuidade ao apoio que a pasta vem prestando aos Estados, Municípios e Distrito Federal desde o início da Pandemia.

No total, 7 municípios do Rio Grande do Norte estão sendo beneficiados, conforme portarias publicadas no Diário Oficial da União (DOU). O valor do repasse mensal será de R$ 2.976.000 milhões, retroativo à competência de março.

AUTORIZAÇÃO:

O pedido de autorização para o custeio dos leitos Covid-19 é feito pelas secretarias estaduais e municipais de saúde, que garantem a estrutura necessária para o funcionamento dessas unidades.

Para a autorização, basta que estados e municípios cadastrem a solicitação na plataforma SAIPS observando os requisitos necessários. Os critérios são objetivos, para dar celeridade e legalidade ao processo e garantir o recurso necessário o mais rápido possível.

Entre os aspectos observados nas solicitações de autorização estão a curva epidemiológica do Coronavírus na região, a estrutura para manutenção e funcionamento da unidade intensiva e corpo clínico para atuação em UTI.

vamos que vamos Ministério da Saúde autoriza 62 leitos de UTI Covid-19 para 7 cidades do RN; Caicó (RN) fica de fora com 100% de ocupação; confira

PS: Por qual motivo o Hospital Regional do Seridó, de Caicó (RN) ficou de fora com 100% de ocupação de leitos de UTI?. A Secretaria Municipal de Saúde não fez o pedido de autorização? É somente uma pergunta.

Tenente Laurentino Cruz-RN: Campanha em prol de uma prótese de fêmur para Jeová (Vanzinho)

Jeová está com sérias complicações e entre tantos problemas está a perder os movimentos das pernas. Pra que isso não aconteça será necessá...