segunda-feira, 19 de abril de 2021

A tristeza do Papa pelas notícias provenientes da Ucrânia oriental

Após a oração do Regina Coeli Francisco o Papa recordou as beatificações neste sábado em Casamari e expressou alegria por reencontrar os fiéis na Praça São Pedro.

Após a oração do Regina Coeli o Francisco disse que neste sábado na Abadia de Casamari, (Itália) Simeone Cardon e cinco mártires companheiros, monges cistercienses daquela abadia, foram proclamados bem-aventurados. Em 1799, quando os soldados franceses que se retiravam de Nápoles saquearam igrejas e mosteiros, e estes mansos discípulos de Cristo resistiram com coragem heroica, até a morte, para defender a Eucaristia da profanação.

“Que seu exemplo nos estimule a um maior compromisso de fidelidade a Deus, capaz também de transformar a sociedade e torná-la mais justa e fraterna. Um aplauso aos novos beatos!"

Conflito na Ucrânia

Francisco também demonstrou a sua tristeza com as notícias provenientes da Ucrânia oriental. O Santo Padre disse que acompanha “com profunda preocupação os acontecimentos em certas áreas da Ucrânia oriental, onde as violações do cessar-fogo se multiplicaram nos últimos meses, e observa com grande inquietação o aumento das atividades militares. Em seguida fez apelo:

"Por favor, faço votos sinceramente que se evite o aumento das tensões e, ao contrário, que sejam feitos gestos que promovam a confiança recíproca e favoreçam a reconciliação e a paz que são tão necessárias e tão desejadas. Sigamos também com atenção a grave situação humanitária em que se encontra aquela população, à qual expresso minha proximidade e pela qual convido todos a rezarem. Ave Maria...”

Universidade Católica

O Papa Francisco continuou dizendo que neste domingo estamos celebrando na Itália o Dia da Universidade Católica do Sagrado Coração, que há cem anos realiza um valioso serviço para a formação das novas gerações. "Que ela continue a cumprir sua missão educacional para ajudar os jovens a serem protagonistas de um futuro rico em esperança", foi o desejo do Papa que abençoou cordialmente os funcionários, professores e estudantes da Universidade Católica.

Enfim o Papa fez uma saudação cordial a todos os presentes na Praça São Pedro, romanos e peregrinos..., brasileiros, poloneses, espanhóis...

“Graças a Deus, podemos nos encontrar novamente nesta Praça para o encontro dominical e festivo. Digo-lhes uma coisa: sinto falta da Praça quando tenho que fazer o Angelus na Biblioteca. Estou feliz, graças a Deus! E obrigado a vocês por sua presença...”

Promoção relâmpago no Comercial Lopes