sexta-feira, 23 de abril de 2021

Covid: 58% da população acima dos 60 anos no Brasil tomou a 1ª dose da vacina

 O vacinação contra Covid-19 no Brasil segue avançando, mesmo que a passos lentos. Grupo prioritário, 58% (17.606.148 milhões) das pessoas com mais de 60 anos já receberam a primeira dose do imunizante. O número, apesar de ser alto, ainda precisa de ressalvas.

Segundo as fabricantes das vacinas disponíveis no Brasil, é recomendada a aplicação de duas doses para que elas funcionem. Quando consideramos esse grupo, 19% de toda a população acima de 60 anos no Brasil recebeu a imunização completa.

Segundo o Ministério da Saúde, pouco mais de 5 milhões de idosos estão protegidos contra o novo vírus. O Brasil tem mais de 30 milhões de pessoas nessa faixa etária, número que representa 13% da população do país.

No último dia 17, completou-se três meses desde que a primeira dose de vacina contra a Covid-19 foi aplicada em território brasileiro. Durante esse período, pessoas com mais de 60 anos foram escalonadas segundo a idade e chamadas para receber a dose, seguindo as regras estabelecidas pelo Plano Nacional de Imunização.

Pessoas mais velhas fazem parte do grupo de risco por causa do sistema imunológico, que responde de maneira menos ágil a doenças. Além disso, é mais comum haver comorbidades nessa faixa etária, o que num quadro grave de Covid-19 pode fazer com que o indivíduo evolua mais rapidamente para uma situação severa.

A médica infectologista da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e consultora da Sociedade Brasileira de Infectologia Raquel Stucchi afirma que a priorização desse grupo tão vulnerável seria para diminuir a mortalidade, o que não está acontecendo na velocidade correta. “Sabemos há mais de um ano que quem morre mais é a população idosa e, mesmo assim, muitos lugares do país não começaram a vacinar nem abaixo dos 65 anos”, afirma.

Stucchi afirma que os resultados da imunização são baixos e muito aquém da capacidade já vista em outros programas no país. Segundo ela, 19% de idosos protegidos seria uma porcentagem aceitável, se fosse no final do primeiro mês de vacinação. “Deveríamos estar com pelo menos 70% dessa população já vacinada”, diz a especialista que chama de “criminosa” a demora na imunização no Brasil.

METRÓPOLES

Município de Tenente Laurentino Cruz emite Certidão Negativa de Débitos Federais

Após 6 anos, o município de Tenente Laurentino Cruz/RN consegue emitir novamente Certidão Negativa de Débitos Federais junto a Receita Feder...