quinta-feira, 15 de abril de 2021

Em comunicado, Hospital Regional do Seridó, de Caicó (RN), diz que não solicita dinheiro a família de pacientes

logo serido Em comunicado, Hospital Regional do Seridó, de Caicó (RN), diz que não solicita dinheiro a família de pacientes

COMUNICADO:

O Hospital Regional Telecila Freitas Fontes, de Caicó (RN), vem a público esclarecer notícia amplamente divulgada nas Redes Sociais, referente à solicitação regular de “material hospitalar” à família de usuária interna nesta unidade.

Informamos que este hospital é referência para a região do Seridó, com população estimada em cerca de 300 mil usuários em potencial. Como tal, atendemos demandas que vão desde atendimentos ambulatoriais, que poderiam ser acolhidos nas unidades de saúde da família dos municípios, até casos mais graves, que incluem traumas e que constituem o perfil sanitário desta unidade.

No atual cenário epidemiológico vivenciado, este hospital tornou-se referência para o tratamento de pacientes suspeitos ou confirmados de infecção humana por COVID-19, conforme prevê o Plano Regional de Contingência para o Enfrentamento da Infecção Humana pelo novo Coronavírus (SARS-CoV-2) – 4ª Região de Saúde.

É importante frisar que essa demanda por atendimentos é superior àquela ordinariamente oferecida, uma vez que prestamos importante suporte clínico aos municípios, para além da demanda caracterizada como hospitalar (média e alta complexidade).

Esclarecemos que os únicos itens eventualmente solicitados por este nosocômio à familiares de usuários internados incluem itens de higiene pessoal e medicamentos não padronizados pela Unidade Central de Abastecimento Terapêutico – UNICAT para esta unidade, além de exames de microbiologia, quando da impossibilidade de realização através do Laboratório Regional de Caicó (RN) – LAREC em parceria com o Laboratório Central de Saúde Pública Dr. Almino Fernandes – LACEN.

Salientamos que, antes do acionamento de familiares para qualquer solicitação, a Direção Executiva tenta outras formas para resolução, a fim de não gerar ônus aos indivíduos.

Por fim, este hospital deixa claro que não solicita dinheiro ou qualquer outro tipo de contraprestação pecuniária a usuários e familiares por motivo do internamento dos pacientes em suas dependências.

Coordenação de Mídias e Comunicação

Cidades do RN receberão R$ 124,9 milhões extras do Fundo de Participação dos Municípios

  As   167  prefeituras do   Rio Grande   do   Norte  (RN) deverão contar com recursos extras em 08 de julho da ordem de   R$ 124,93 milhões...