segunda-feira, 24 de maio de 2021

Idema envia relatório sobre lixo nas praias do RN ao MPF sem conclusão sobre origem do material

O Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente do Rio Grande do Norte (Idema) concluiu e enviou ao Ministério Público Federal (MPF) um relatório sobre o lixo encontrado ao longo do mês de abril em praias de sete municípios potiguares.

O documento publicado no último dia 20 de maio, no entanto, não apresenta conclusão sobre a origem do material. Procurado pelo G1, o MPF informou que a investigação sobre o caso está em sigilo.

Ao todo, 49,1 toneladas de lixo foram recolhidas no litoral potiguar – 38,25 toneladas somente no município de Baía Formosa, que teve nove praias atingidas. Outros estados, como Paraíba e Piauí também registraram lixo no litoral.

Veja o relatório aqui

Embora não apresente possíveis responsáveis, o relatório do Idema aponta que, entre os indícios analisados, há materiais como adesivos de campanhas políticas de candidatos de Recife; mochila com identificação da rede de educação estadual de Pernambuco; título de eleitor do município de Recife; etiquetas de serviços de saúde pernambucanos.

Em meio ao lixo repleto de materiais plásticos, ainda havia seringas e tubos para amostra de sangue, por exemplo.

De acordo com o Idema, vistorias realizadas pelos municípios em maio não observaram novos resíduos sólidos nas praias potiguares pelos municípios e pelas instituições que estão envolvidas nessa operação, mas as equipes seguem em vigilância.

O relatório ainda informa que o lixo começou a ser observado em 18 de abril, em Baísa Formosa, mas foi registrado de forma mais expressiva a partir do dia 20 de abril, quando o município se deu conta da “anormalidade da situação ambiental”.

Entre as hipóteses levantadas pelo Idema para a investigação, o relatório descarta a possibilidade de o material ser de origem internacional, visto que muitos resíduos são produtos vendidos no país. As hipóteses são:

  • Retenção de resíduos em rios e estuários;
  • Possibilidade de alguma empresa que trabalha com coleta de resíduos propositadamente ou não;
  • Últimas chuvas e situações de alagamentos em Pernambuco ou outros estados, com possível carreamento de material para rios e mar;
  • Possível embarcação que tenha realizado despejo acidental ou não.

G1RN



Tenente Laurentino Cruz-RN: Campanha em prol de uma prótese de fêmur para Jeová (Vanzinho)

Jeová está com sérias complicações e entre tantos problemas está a perder os movimentos das pernas. Pra que isso não aconteça será necessá...