sábado, 22 de maio de 2021

RN arrecada mais de R$ 2 bilhões no 1º quadrimestre de 2021; 15% a mais que no mesmo período do ano passado

No primeiro quadrimestre de 2021, a arrecadação total do Rio Grande do Norte é 15% maior que a do mesmo período do ano passado, totalizando R$ 2,234 bilhões em 2021 contra R$ 1,95 bi em 2020.

Do total deste ano, R$ 2,1 bilhões vieram do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços – ICMS, segundo dados da Secretaria Estadual de Tributação do Rio Grande do Norte (SET-RN).

Uma das principais fontes desses recursos é o setor da indústria. Ele é responsável pela arrecadação de R$ 276 milhões em 2021, valor que corresponde a 13,14% de todo o arrecadado pelo Estado no período.

Em comparação com o mesmo período de 2020, quando o setor arrecadou R$ 239 milhões, a alta foi de 15,48%.

Os contínuos resultados favoráveis faz a confiança da indústria potiguar voltar a subir depois de dois meses de queda. O Índice de Confiança do Empresário Industrial (ICEI), medido pela Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Norte (FIERN), mostra uma alta de 4,6 pontos para maio, que chega a 55,7 em uma escala que pode chegar até 100.

Esse é o melhor resultado para o mês de maio desde 2013, quando o indicador atingiu 58,4 pontos. Em maio de 2020, a confiança da indústria era de 36,9, uma diferença de 18,8 pontos.

Dados da Relação Anual de Informações Sociais (RAIS) de 2019 mostram que o Rio Grande do Norte tem 7.287 estabelecimentos industriais, divididos entre micro, pequenas, médias e grandes empresas.

O setor contabiliza um total de 97.726 empregos gerados no Estado, segundo a FIERN. As micro e pequenas empresas representam 98% e detém 53% das vagas de emprego geradas pelo setor. Veja a matéria completa no Novo Notícias.



Tenente Laurentino Cruz-RN: Campanha em prol de uma prótese de fêmur para Jeová (Vanzinho)

Jeová está com sérias complicações e entre tantos problemas está a perder os movimentos das pernas. Pra que isso não aconteça será necessá...