terça-feira, 22 de junho de 2021

Trabalhadores terceirizados da saúde no RN sofrem com o atraso de salários

 Os trabalhadores da empresa terceirizada SAFE, que presta serviço para alguns hospitais do Rio Grande do Norte, ainda não receberam seus salários referentes ao mês passado. Esse já é o 4° mês consecutivo que a empresa não repassa em dia o pagamento dos seus funcionários, que sofrem com o atraso salarial.

O Sindsaúde/RN noticiou a situação desses trabalhadores no início de junho, e de lá pra cá nada foi resolvido. Impedidos de paralisar suas atividades, os funcionários da SAFE continuam desempenhando suas funções diariamente, mesmo sem perspectivas de quando serão pagos. Vale lembrar que a Sesap e o Governo do Estado também têm responsabilidade sobre estes trabalhadores e devem garantir que eles não sejam prejudicados. Quando questionada a SAFE culpabiliza a Sesap e vice e versa.

“Enquanto isso, essas pessoas estão passando dificuldades financeiras, com as contas atrasadas e sem dinheiro até mesmo para comprar mantimentos para suas casas. A situação está insustentável”, diz a nota do sindicato.

O Sindsaúde RN ainda completa:

“Nós do Sindicato dos Trabalhadores em Saúde do RN, apoiamos a luta dos terceirizados da SAFE e cobramos providências quanto a situação dessas pessoas. Todo trabalhador merece respeito! Receber em dia é não é um favor, é um direito! Paguem os funcionários da SAFE!”.

Com informações da Assessoria de Comunicação do Sindsaúde RN

Brasil vai vacinar adolescentes de 12 a 17 anos após finalizar distribuição de doses para adultos, anuncia Queiroga

Foto: reprodução/CNN Brasil O Brasil vai iniciar a vacinação de adolescentes entre 12 e 17 anos assim que já tiver distribuído doses a todos...