terça-feira, 6 de julho de 2021

Aulas presenciais na rede pública do RN serão retomadas em 19 de julho de forma híbrida e gradual, diz secretário de Educação


Secretaria de Educação do Rio Grande do Norte começará o processo de retomada das aulas presenciais nas escolas públicas do estado no dia 19 de julho, segundo o secretário de educação do Rio Grande do Norte, Getúlio Marques.

A informação foi confirmada pelo secretário durante entrevista ao Bom Dia RN, da Inter TV Cabugi, nesta terça-feira (6). A retomada, porém, será gradual, seguindo um planejamento que foi apresentado à Justiça, mas que não trazia prazos para a retomada.

As aulas presenciais da rede pública do Rio Grande do Norte estão suspensas desde o dia 17 de março de 2020, por causa da pandemia da Covid-19.

"Nesse primeiro momento, no dia 19, são os alunos do ensino fundamental anos iniciais e do 3º ano, que vão fazer o Enem. As escolas que não tenham esses anos, que só tenham ensino fundamental anos finais, por exemplo, também já podem retomar com 33%. Nossa preocupação é que nenhuma escola tenha mais do que isso para garantir as condições de segurança", afirmou o secretário.

Segundo Getúlio, vários municípios potiguares também deverão seguir o calendário estadual para retomada das aulas. Até o momento, segundo ele, 16 prefeituras retomaram as aulas presenciais nas escolas públicas. O número representa pouco menos de 10% das cidades potiguares.

Ainda é uma forma híbrida, gradual, porque não vão estar todos os alunos. Tem que ter um percentual que permita o distanciamento. E também é facultativo, porque alguns pais podem não estar seguros, ainda, de mandarem seus filhos

— Getúlio Marques, secretário de Educação do RN

O secretário afirmou que a maior parte das 586 escolas da rede estadual estão equipadas para seguir protocolos de "biossegurança" desde o dia 15 de abril, mas o estado ainda aguardava melhores indicadores quanto à taxa de transmissão da Covid-19 e ocupação de leitos. Além disso, aguardava o início do processo de vacinação dos professores.

"Faço um apelo aos nossos professores que peguem na mão dos nossos alunos, que não soltem a mão de nenhum aluno. A gente sabe as dificuldades que tivemos nesses momentos de paralisação, o déficit de aprendizagem aparece, e a gente só recupera se tiver essa parceria com nossos professores, que são heróis, porque não foram preparados para esse momento de aulas remotas", disse.

Getúlio ainda afirmou que está encaminhando questões como transporte dos alunos e merenda escolar com municípios e regionais de educação, para que o retorno seja iniciado dentro do prazo.

Natal prevê retomada de aulas presenciais dia 14

Em Natal, a previsão era de que as aulas em formato presencial fossem retomadas nesta quarta-feira (7), mas a secretaria municipal adiou o prazo para o dia 14.

O ano letivo 2021 começa nesta quarta (7) para toda a rede, mas ainda em formato não presencial. Já no dia 14, as aulas presenciais deverão ser retomadas inicialmente para os anos de pré-escola.

"Voltaremos com a etapa da pré-escola, com crianças de 4 a 5 anos e 11 meses, voltando presencialmente no sistema híbrido, com turmas divididas", afirmou a secretária municipal, Cristina Diniz.

De acordo com ela, cada turma será dividida em dois grupos que se revezarão semanalmente, um com aulas presenciais e o outro com atividades remotas.

"Depois de 14 dias desse retorno, observadas as condições da pandemia, a gente vai para a próxima etapa, que é o ensino fundamental. Nós acreditamos que no final de agosto, ou início de setembro, estaremos com toda a rede nesse sistema híbrido", considerou.

G1RN

Brasil vai vacinar adolescentes de 12 a 17 anos após finalizar distribuição de doses para adultos, anuncia Queiroga

Foto: reprodução/CNN Brasil O Brasil vai iniciar a vacinação de adolescentes entre 12 e 17 anos assim que já tiver distribuído doses a todos...